Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

just say it - Guia prático para se fazer ouvir

este é um contributo para comunicar melhor e chegar a quem está do lado de lá, na audiência, seja uma cara ou duas ou imensas. para termos mais e melhores resultados. para comunicarmos e sermos recordados.

just say it - Guia prático para se fazer ouvir

este é um contributo para comunicar melhor e chegar a quem está do lado de lá, na audiência, seja uma cara ou duas ou imensas. para termos mais e melhores resultados. para comunicarmos e sermos recordados.

27 de Maio, 2020

sobre o storytelling

claudia nogueira

about_storytelling.jpg

 

O storytelling é o discurso fluído, ainda que com pausas (ou silêncios, onde respira e deixa as ideias assentarem). É um saltar de capítulo em capítulo (de slide em slide) com naturalidade aparente (porque testada anteriormente). E em voz alta!

Ponha de parte as entradas género índice – vou falar disto e depois daquilo e a seguir daqueloutro. Vivemos uma época de celeridade máxima. Salte de ponto em ponto, de forma fluída, como se o percurso fosse fácil. Pode não ser, mas o facto de ter preparado em voz alta vai ajudar a parecer.

À narrativa vai corresponder o conteúdo que traz para o momento. Use e abuse de linguagem comum, universalmente compreendida, seja a audiência muito ou nada conhecedora dos temas. Não os obrigue a parar nas suas cabeças para procurarem informação interna (NELES!, não em si) e a abdicarem da sua história.

O detalhe são as suas histórias pessoais, as curiosidades sobre o projecto, os exemplos que lhe dão cor, forma, cheiro, que no fundo ajudam os outros a perceber efectivamente como é que tudo acontece.

Traga emoção para o seu registo. Se habitualmente não traz emoção às suas intervenções, terá de se esforçar para abusar (na sua perspectiva) para ser notório (na perspectiva da audiência).

Vivemos numa era em que a maior parte das indústrias e sectores de actividade estão preenchidos com inúmeros concorrentes que prometem a mesma coisa. É a emoção que decide, na maior parte das vezes. Queremos o que mexe connosco! Porque haveria de ser diferente consigo?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.