uma carta ao Eu futuro. ajuda?

vi este artigo (https://www.virgin.com/richard-branson/my-letter-25-year-old-me) e não pude deixar de pensar: que bom seria podermos fazer uma visita ao nosso eu passado, a dar-lhe conforto, algumas dicas importantes, ajudá-lo a não dar tanta importância a algumas dores de crescimento. enfim... ajudá-lo a crescer.

mas, para os que têm tendência a olhar mais para o passado, e se escrevêssemos também ao nosso eu futuro a relembrar-lhe o que somos, neste exacto momento, o que sabemos, como decidimos o que temos que decidir e porque é que decidimos (ou não) algo que nos parecia decisivo? 

ajudaria a perceber-nos mais tarde? ajudaria a aceitar que tomámos determinadas opções à luz do que sabíamos e esperávamos na altura? a não sermos tão dramáticos nas nossas auto-avaliações?